quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Paixão Antiga Tim Maia

Paixão antiga sempre mexe com a gente é tão difícil esquecer Basta um encontro por acaso e pronto, começa tudo outra vez
E vendo você o coração parece que vai saltar
Pelo meu corpo, saudade em todo lugar
E eu sem disfarçar te como com meu olhar
Foi bom demais, não tinha que acabar
Meu bem, quando eu te vi, tudo voltou e eu compreendi
Que te amo, quero, adoro sempre mais
Deixa o coração te seduzir, não dá mais pra disfarçar
Deixa o sentimento decidir já e hora de voltar..

Deixa o coração te seduzir, não dá mais pra disfarçar
Deixa o sentimento decidir já e hora de voltar..

E vendo você o coração parece que vai saltar
Pelo meu corpo, saudade em todo lugar
E eu sem disfarçar te como com meu olhar
Foi bom demais, não tinha que acabar
Meu bem, quando te vi, tudo voltou e eu compreendi
Que te amo, quero, adoro sempre mais
Deixa o coração te seduzir, não dá mais pra disfarçar
Deixa o sentimento decidir já e hora de voltar..

Deixa o coração te seduzir, não dá mais pra disfarçar
Deixa o sentimento decidir já e hora de voltar..

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Hoje gostaria de estar a seu lado, ouvir sua voz, andar de mãos dadas...Sei que parece sonho, mas a vida é assim um eterno sonhar...

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Coração De Luto Sérgio Reis

O maior golpe do mundo
Que eu tive na minha vida
Foi quando com nove anos
Perdi minha mãe querida

Morreu queimada no fogo
Morte triste, dolorida
Que fez a minha mãezinha
Dar o adeus da despedida


Vinha vindo da escola
Quando de longe avistei
O rancho que nós morava
Cheio de gente encontrei


Antes que alguém me dissesse
Eu logo imaginei
Que o caso era de morte
Da mãezinha que eu amei


Seguiu num carro de boi
Aquele preto caixão
Ao lado eu ia chorando
A triste separação


Ao chegar no campo santo
Foi maior a exclamação
Taparam com terra fria
Minha mãe do coração


Dali eu saí chorando
Por mãos de estranhos levado
Mas não levou nem dois meses
No mundo fui atirado

Com a morte da minha mãe
Fiquei desorientado
Com nove anos apenas
Por este mundo jogado

Passei fome, passei frio
Por este mundo perdido
Quando mamãe era viva
Me disse: filho querido

Pra não roubar, não matar
Não ferir, sem ser ferido
Descanse em paz, minha mãe
Eu cumprirei seu pedido

O que me resta na mente
Minha mãezinha é teu vulto
Recebas uma oração
Desse filho que é teu fruto

Que dentro do peito traz
O seu sentimento oculto
Desde nove anos tenho
O meu coração de luto.


segunda-feira, 2 de agosto de 2010

FRIEDRICH NIETZSCHE

E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música."


Se minhas loucuras tivessem explicação não seriam loucuras...

                                                     Frases extraídas do blog: "Jornadas do eu sozinho e Sou o que sinto e protejo"

domingo, 1 de agosto de 2010

Pedido


Desejo ser só sua, receber seus carinhos e abraços.
 Sentir finalmente seus beijos molhar-me a boca
Seus braços fortes envolver-me inteira,
Seu olhar profundo me pedindo amor
E eu prontamente nem resisto me entrego
Inteira, solta, sem vergonha...
O sorriso meu te cativa
E seu olhar me hipnotiza
Há meu amor, te amo tanto e nem sabes
Meu corpo deseja...arde, queima por ti
Já não suporto mais tanto esperar
Cada dia é uma tortura
Eu te suplico, fica comigo
Me faz feliz, por apenas existir
De que tem medo vida minha?
Será que não sou boa o bastante
Ou egocêntrica demais...
Me diz alguma coisa, um fio de esperança somente
Ou apenas um adeus e nada mais...






 

TREM BALA- Ana Vilela (LETRA)