segunda-feira, 27 de maio de 2013

Caminhos Cruzados

Despertei da ilusão que me assolava, há tanta maldade neste mundo...pessoas que não medem as palavras, nem tampouco suas ações. 

Quando um coração que está cansado de sofrer
Encontra um coração também cansado de sofrer
É tempo de se pensar,
Que o amor pode de repente chegar
Quando existe alguém que tem saudade de outro alguém

E esse outro alguém não entender
Deixe esse novo amor chegar,
Mesmo que depois seja imprescindível chorar
Que tolo fui eu que em vão tentei raciocinar
Nas coisas do amor que ninguém pode explicar
Vem nós dois vamos tentar,
Só um novo amor pode a saudade apagar


                                                            Caminhos Cruzados de Gal Costa


Nunca tenho certeza do que sinto...Minhas verdades doem e a dos outros também! Não sei viver de mentiras, ao contrário de muitos que fazem disso forma de vida.

TREM BALA- Ana Vilela (LETRA)