quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Quem é responsavel por tudo isso!

Vejam a  fotografia •Pulitzer 1994 - Kevin Carter
•Esta foto foi vencedora do "Prémio Pulitzer", e foi tirada em 1994, durante a grande crise de fome que avassalou o Sudão.

•A foto mostra uma criança faminta e agonizante, que rasteja na
direcção dum campo de alimentos das Nações Unidas, situadoa 1km de distância. •O abutre espera que a criança morra, para a poder comer. Esta foto chocou o mundo inteiro. Ninguém sabe porque ele não ajudou aquela criança, o fotografo Kevin carter, que deixou o local logo que terminou a foto.
•Três meses mais tarde, Carter suicidou-se devido a uma depressão. Ele se arrependeu de não ter ajudado a menina, que morreu alguns dias depois. Ele escreveu esse bilhete;

"Estou deprimido… Sem telefone… Sem dinheiro para o aluguel.. Sem dinheiro para ajudar as crianças… Sem dinheiro para as dívidas… Dinheiro!!!… Sou perseguido pela viva lembrança de assassinatos, cadáveres, raiva e dor… Pelas crianças feridas ou famintas… Pelos homens malucos com o dedo no gatilho, muitas vezes policiais, carrascos… Se eu tiver sorte, vou me juntar ao Ken…"






Nossos filhos escolhem entre 3 pratos diferentes qual vai comer? E depois de muito reclamar pega a grana e vai ao fast-food e se serve de comida e outras coisas...
Tu ainda faz regimes e não perde uma grama?


Acha que a vida tá uma merda?


                                                               Se sente sozinho ainda?


Eu peço ao supremo que esse quadro mude e possamos ser um só...sem diferenças...e muito mais esperança.
Essa mãe jamais abandonará seu filho...qualquer que seja o motivo.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Eu te amo, homem que cura, amigo da ciência e admirador da natureza, sinto sua ausência e rogo aos céus que te preserve o mesmo de sempre...
Dizer-te a verdade significa perder-te para sempre...Dormirei e sonharei contigo, terei pelo menos esse alento, meu coração divino, minha alma gêmea...

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Manhãs De Setembro Vanusa

Fui eu quem se fechou no muro e se guardou la fora
Fui eu que num esforço se guardou na indiferença.
Fui eu que numa tarde se fez tarde de tristeza
Fui eu que consegui ficar e ir embora.

E fui esquecida
Fui eu
Fui eu que em noite fria se sentia bem
E na solidão sem ter ninguém fui eu
Fui eu que em primavera só não viu as flores
e o sol
Nas manhãs de setembro.

Eu quero sair
Eu quero falar
Eu quero ensinar o vizinho a cantar

Eu quero sair
Eu quero falar
Eu quero ensinar o vizinho a cantar
Nas manhãs de setembro
Nas manhãs de setembro
Nas manhãs de setembro
Nas Manhãs...

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Machuca: Chiquinha Gonzaga Composição: Chiquinha Gonzaga e Patrocínio Filho



Sou morena bonita e galante
Tenho raios e setas no olhar
E nem pode uma lira de Dante
Os encantos que tenho cantar
Quando passo, os bilontras me olhando
De binóculo erguido com ardor
Dizem todos se bamboleando
Abrasados em chama de amor


Ai morena, morena querida
Tu nos põe a cabeça maluca
Pisa e mata, destrói essa vida
Ai morena, morena, machuca!

Eu machuco deveras a todos
Até fico contente por isso
Ao fitá-los os deixo por loucos
Pois fitando-os lhe deito o feitiço
Sou morena que quando passeio
Deixo calda de luz como um astro
É uma récua de gente que veio
Me dizendo, seguindo meu rastro

Ai morena, morena querida
Tu nos põe a cabeça maluca
Pisa e mata, destrói essa vida
Ai morena, morena, machuca!

Esses fogos que tenho nos olhos
E que tem até o dom de encantar
São na vida, no mundo os espólios
Onde os petos se vêm quebrar
Mas a culpa não é, não é minha
É dos homens que vêm com ardor
Me julgando dos céus a rainha
Me dizendo abrasados de amor

Ai morena, morena querida
Tu nos põe a cabeça maluca
Pisa e mata, destrói essa vida
Ai morena, morena, machuca!

domingo, 5 de setembro de 2010

Coração Apaixonado Julio Iglesias

Coração apaixonado...
Só escuta a própria voz e ninguém mais.
Tem o cheiro do pecado
e a magia de querer amar demais.

Sempre, sempre enamorado
do olhar que mais de mil promessas traz.
Não pergunta nem responde
Simplesmente satisfaz sonhar
que existe amor cada vez mais.

Coração apaixonado...
Só diz coisas que parece tão banais.
Sempre certo mesmo errado.
É o fogo que não morrerá jamais.

Sempre, sempre enamorado
do olhar que mais de mil promessas traz.
Não pergunta, nem responde
Simplesmente satisfaz sonhar
que existe amor cada vez mais.

Eternamente se envolver.
No infinito ir buscar
tôda ternura que espera encontrar.
E para sempreentão provar
o doce vinho da paixão
que embriaga e alimenta de emoção.

...Só escuta a própria voz e ninguém mais.
...É o fogo que não morrerá jamais

Sempre, sempre enamorado
do olhar que mais de mil promessas traz.
Não pergunta, nem responde
Simplesmente satisfaz sonhar
que existe amor cada vez mais.


quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Cigano Djavan

Te querer
Viver mais pra ser exato
Te seguir
E poder chegar
Onde tudo é só meu
Te encontrar
Dar a cara pro teu beijo
Correr atrás de ti feito cigano
Cigano, cigano
Me jogar sem medir
Viajar
Entre pernas e delícias
Conhecer
Pra notícias dar
Devassar sua vida
Resistir
Ao que pode o pensamento
Saber chegar no seu melhor momento
Momento, momento
Pra ficar e ficar
Juntos, dentro, horas
Tudo ali às claras
Deixar crescer
Até romper
A manhã
Como o mar está sereno
Olha lá
As gaivotas já
Vão deixar suas ilhas
Veja o Sol
É demais esta cidade!
A gente vai
Ter um dia de calor...




TREM BALA- Ana Vilela (LETRA)