quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Eu te amo, homem que cura, amigo da ciência e admirador da natureza, sinto sua ausência e rogo aos céus que te preserve o mesmo de sempre...
Dizer-te a verdade significa perder-te para sempre...Dormirei e sonharei contigo, terei pelo menos esse alento, meu coração divino, minha alma gêmea...

Nenhum comentário:

Lá vem a vida me convidando para sorrir... Desculpe, estou sem vontade. Lá vem a vida me convidando à dançar... Desculpe, não aprendi ...