quarta-feira, 30 de setembro de 2009

JUSTICATIVAS

Vivemos nos justificando por quase tudo...mas, porque? Devemos algo à alguém? claro que não...Nossa credulidade nos leva à crêr que se ouvirmos as opinões alheias seguiremos um rumo digamos certo. Que nada, cada coisinha que aprontamos faz um bem pro ego, sem mencionar do coração, que assim renova sempre e sempre suas expectativas  de encontrar um semelhante a altura. Esqueça o primeiro amor é insubstituivél, então façamos o máximo em descobrir um cisne no meio dos patos.
Paremos de dar satisfações vamos pro abraço, curtir o pouco de tempo que nos reta brincando um pouco de ser feliz. Eu sei que isso é complicado mas quem disse que é impossível?
Existem vários meios de alcançar a felicidade e o primeiro passo é esquecer a opnião alheia.
e se dar uma chance de apostar no futuro...No seu futuro.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

No limite da esperança



Nem tudo que faço na minha vida é em prol do bem comum, penso antes nas vantagens e desvantagens de se arriscar por algo que nem sempre condiz com minha realidade. Muitas vezes me vi forçada a acreditar em histórias fantasiosas para me auto defender da vida mesmo que por vezes, essa é dura demais... Por incrível que possa parecer, mesmo em meio ao caos achei sentido na vida e continuei caminhando. Porque prosseguir não é a maior dificuldade e sim tirar cada pedra do caminho, vai tempo e paciência demasiada. Por mais cristã que a pessoa seja blasfemar faz parte da rotina de cada um de nós. Caridade seletiva ... é tudo que podemos dar em troca do olhar de uma criança é esperar que as pessoas que assim como eu, encontrem um sentido real, pra mim basta- me a coragem necessária para fazer o que se deve ser feito.

domingo, 27 de setembro de 2009

RAÍZES

O quanto devemos de nossos pais essa carga genética que tanto nos faz mal, esse sentimento de compromisso diário que sufoca e oprime até o mais sonso dos filhos. Dei tudo de mim pela nome da família, e dái qual é a diferença em ser boa ou ruim? Tanto faz sou mulher não conto na hierarquia familiar nem de meu pai nem da minha casa. Sou pilastra muda, sustento mais não sou ouvida.

Um homen é realmente um rei, têm mulher, filhos e um bom cargo...não se sujeita a certas coisas.
Nós mulheres passivas ficamos reféns do próprio destino e isso é muito ruim.
Estou cansada que me tirem pra dançar, me falem de amor e ser a doentinha.
Se eu quiser eu chamo o homen, se me falar de amor eu respondo com um sorriso e se ficar com pena porque sou sou doente me deixe morrer sem pena. Gosto de saber que num dia não muito distante meu sofrimento irá acabar de forma branda e lenta com eu gostaria que fosse aos poucos. E nem tudo que faço gosto de dar satisfações...Sou caliente, tenho sede e vou beber muito ainda deste vinho da vida... 

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

SEMPRE ETERNO


É TÃO DIFÍCIL DIZER A ALGUÉM QUE SE AMA A VERDADE, NA MAIORIA DAS VEZES TENTAMOS DIZER COM OS OLHOS, NOSSOS GESTOS...MAS QUANDO TODOS ESSES FALHAM FICAMOS INFELIZES POR NÃO CONSEGUIR TRANSMITIR O AMOR QUE PROPOMOS ABSOLUTO.
QUANTAS VEZES O DESTINO FICOU ENCARREGADO DE CUMPRIR TAREFA TÃO SIMPLES, APENAS DIZER EU TE AMO ESCANCARADO E SE A OUTRA PESSOA NÃO ESTIVER DISPOSTA A TE ACEITAR NÃO SINTA VERGONHA LUTE POR SI E POR ELA E SEJA FELIZ ENQUANTO HÀ TEMPO...

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

O AMOR



É difícil para os indecisos.
É assustador para os medrosos.
Avassalador para os apaixonados!
Mas, os vencedores no amor são os
fortes.
Os que sabem o que querem e quer
em o que têm!
Sonhar um sonho a dois,
e nunca desistir da busca de ser feliz,
é para poucos!!"

domingo, 20 de setembro de 2009

EPIGRAMA

És precária e veloz, Felicidade.
Custas a vir e, quando vens, não te demoras.
Foste tu que ensinaste aos homens que havia tempo,
e, para te medir, se inventaram as horas.

Felicidade, és coisa estranha e dolorosa:
Fizeste para sempre a vida ficar triste:
Porque um dia se vê que as horas todas passam,
e um tempo despovoado e profundo, persiste.


CECILIA MEIRELES

sábado, 19 de setembro de 2009

SONETO ANTIGO

Responder a perguntas não respondo.
Perguntas impossíveis não pergunto.
Só do que sei de mim aos outros conto:
de mim, atravessada pelo mundo.

Toda a minha experiência, o meu estudo,
sou eu mesma que, em solidão paciente,
recolho do que em mim observo e escuto
muda lição, que ninguém mais entende.


O que sou vale mais do que o meu canto.
Apenas em linguagem vou dizendo
caminhos invisíveis por onde ando.



Tudo é secreto e de remoto exemplo.
Todos ouvimos, longe, o apelo do Anjo.
E todos somos pura flor de vento.


Cecília Meireles

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Psique

A natureza das pessoas é infintamente absurda, quando se acha alguma coerência essa se dissipa como névoa...
Não é aconselhavel entender o que se passa na cabeça de outras pessoas, pois assim se perde a própria identidade...

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Cada pessoa que passa em nossa vida não passa sozinha ,é única e nenhuma substitui a outra.
Cada pessoa que passa em nossa vida não passa sozinha,e não nos deixa só, porque  deixam um pouco de sí e levam um pouquinho de nós... 
Essa é a responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso.




Se amanhã sentires saudades, lembra te da fantasia e sonha com tua próxima vitória .
Vitória que todas as armas do mundo jamais conseguirão obter, porque é uma vitória que surge da paz não de ressentimentos...

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Às vezes quando vou viajar sinto uma alegria enorme, fico numa anciedade pensando no que fazer ao chegar lá...São paisagens diferentes, pessoas que nunca vi antes e costumes por mim desconhecidos.
De ônibus é muito mais gostoso, demora pra chegar e podemos parar de cidade em cidade sem ter que preocupar em prestar atenção no trânsito. Adoro comprar e os shoppings são meu alvo principal depois é claro dos marcos históricos, eu adoro tudo que se relaciona com o passado de nossa história. Paira no ar os cheiros diferentes de cada lugar que vou passando. Dos lugares que fui  quando criança o sul do Brasil é só comer,cozinha farta de carnes, doces e vinho muito vinho...
Já no norte a doçura das frutas e sabor das guloseimas bem temperadas no mais puro azeite de dendê e pimenta pra lá de ardidas. Ah! Dá até pra sentir o cheirinho de comida feita no forno à lenha. A tapioca e o Sarapatel são os meus favoritos, mas sem dúvida o mais cerébre é o Acarajé o mais indicado para o Oscar da cozinha brasileira. Fui também ao interior do Rio onde o requinte de Petrópolis a cidade do palácio real, e que lugar mais fascinante com suas lendas...a coroa é um espetáculo à parte são tantas pedras preciosas que nossos olhos ficam fixos nela, nunca vi gemas tão grandes. Agora o "sapatinho" real era de matar parece até...deixa pra lá...
Vamos agora para o sudeste, meu lar atual. Aqui tem tudo que tem nas outra cidades que visitei é tudo de bom, mas se eu pudesse escolher com certeza eu ficaria dividida...
Viajar é bom demais galera "Bora Lá"!

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Comentários


Agora à pouco estava lendo o blog DONA POESIA e ela escreveu que tem umas quatro pessoas que seguem seu blog e deixam comentários, mas dessas, uma só escreve pra criticar. A Senhorita Kharma como DONA POESIA mesmo diz.

Quando DONA POESIA escreve algo de bom A SENHORITA kHARMA fica quietinha. A dona do blog não se incomoda com a atitude da moça pois ela julga ser necessário para sua evolução, de praticar mais a humildade. Ai eu entro na história até bem pouco tempo eu era a Senhorita kharma de um blog também. Escrevia frases que eu conhecendo bem o autor, não devia gostar nada nada. Eu não fazia por mal só achava que ele deveria tentar ter uma vida mais light, e por diversas vezes ele respondia que seu jeito de ser era assim. Gosto do modo autêntico dele, mas não consigo ficar quieta apenas lendo, tenho que alfinetar só um pouquinho de vez em quando... Assim... numa tentativa de apenas acompanhar, sem palpitar no que ele escreve, eu sigo no anonimato e não dou mais minha opinião.

Mas tenho muito que agradecer a esse escritor que não é famoso ainda, mais será.

Mudou minha maneira de ser.

Em seu pequeno livro controvertido e complexo (Sobre a Vida e o Todo ) ele nos faz refletir. Sendo ele próprio o autor, um paradoxo...

AMEMOS...



POR QUE TARDAS, meu anjo! oh! vem comigo.
Serei tua, serás meu... É um doce abrigo
A tenda dos amores!Longe a tormenta agita as penedias...
Aqui, ao som de errantes harmonias,
Se adormece entre flores.
Quando a chuva atravessa o peregrino,
Quando a rajada a galopar sem tino
Açoita-lhe na face,
E em meio à noite, em cima dos rochedos,
Rasga-se o coração, ferem-se os dedos,
E a dor cresce e renasce...
A porta dos amores entreaberta
É a cabana erguida em plaga incerta,
Que ampara do tufão...
O lábio apaixonado é um lar em chamas
E os cabelos, rolando em espadanas,
São mantos de paixão.
Oh! amar é viver... Deste amor santo— Taça de risos, beijos e de prantos
Longos sorvos beber...
No mesmo leito adormecer cantando...
Num longo beijo despertar sonhando...
Num abraço morrer.
Oh! amar é ser Deus!... Olhar ufano
céu azul, os astros, o oceano
E dizer-lhes: "Sois meus!"
Fazer que o mundo se transforme em lira,
Dizer ao tempo: "Não... Tu és mentira,
Espera que eu sou Deus!"
Amemos! pois.
Se sofres terei prantos,Que hão de rolar por terra tantos, tantos,
Como chora um irmão.
Hei de enxugar teus olhos com meus beijos,
Escutarás os doces rumorejes D'ave do coração.
Depois... hei de encostar-te no meu peito,
velar por ti — dormido sobre o leito —Bem como a luz no altar.
Te embalarei com uma canção sentida,
Que minha mãe cantava enternecida
Quando ia me embalar.
Amemos, pois! P'ra ti eu tenho nalma
Beijos, prantos, sorrisos, cantos, palmas...
Um abismo de amor...
Sorriso de uma irmã, prantos maternos,

de amante, cânticos eternos,
E as palmas do cantor!
Ah! fora belo unidos em segredo,
Juntos, bem juntos... trêmulos de medo,
De quem entra no céu,
Desmanchar teus cabelos delirante,
Beijar teu peito!... Oh! vamos meu amante,
Abre-me o peito teu.
Eu quero teu olhar de áureos fulgores,
Ver desmaiar na febre dos amores,
Fitos fitos... em mim.
Eu quero ver teu peito intumescido,
Ao sopro da volúpia arfar erguido
O oceano de cetim
Não tardes tanto assim...
Esquece tudo...Amemos,
porque amar é um santo escudo,
Amar é não sofrer.
Eu não posso ser de outro... Tu és meu,
Almas que Deus uniu na balça edênea
Hão de unidas viver.
Meu Deus!...
Só eu compreendo as harmonias,
De tua alma sublime as melodias
Que tens no coração.
Vem! Serei tua poetisa, tua amante...
Vamos sonhar no leito delirante
No templo da paixão.

CASTRO ALVES

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Saudade



Por que sinto falta de você? Por que está saudade?

Eu não te vejo mas imagino suas expressões, sua voz teu cheiro.

Sua amizade me faz sonhar com um carinho,

Um caminhar, a luz da lua, a beira mar.

Saudade este sentimento de vazio que me tira o sono

me fazendo sentir num triste abandono, é amizade eu sei, será amor talvez...

Só não quero perder sua amizade, esta amizade...

Que me fortalece me enobrece por ter você.


Machado de Assis

domingo, 6 de setembro de 2009

FELICIDADE DE AMAR...

Já escondi um amor com medo de perdê-lo, já perdi um amor por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
 Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
 Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem. Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi. Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
 Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir. Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam....

sábado, 5 de setembro de 2009

Teu olhar


Tua boca murmurou assim

Prazer te conhecer


Um anjo te mandou pra mim,


Era o momento de te ter


Em tão pouco tempo junto a ti,


Todo meu tormento teve fim


Lado bom da vida, tudo que pedi


Teu olhar


Vejo estrela, céu, cometa


Em teu olhar


Versos de amor do poeta


Uma brisa que anuncia o amor chegar


Brisa do mar


O lado avesso de uma dor


Caminho para um jardim em flor


Teus lábios quero, espero um sim


Fazer voce só meu
Um cheiro, aroma de jasmim


Afinal, tirei o bem-me-quer


Prometo ao gênio que te trouxe aqui


Eu nunca vou negar que fui feliz


Lado bom da vida, tudo que pedi

FÊNIX

HOJE EU ACORDEI LEVE, FELIZ COMO HÀ MUITO TEMPO NÃO ME SENTIA.
NESSES ÚLTIMOS DIAS PUDE ABRIR MEU CORAÇÃO PRA SENTIMENTOS QUE EU JULGAVA EXTINTOS.
ENTRETENTO A VIDA REVELA SURPRESAS A TODO TEMPO...POR MUITAS VEZES FOI EU QUE PROVOQUEI A MAIORIA DOS MEUS FRACASSOS, NÓS TEMOS O DOM DE SER PESSIMISTAS AO EXTREMO. MAS ISSO AGORA FICOU NO PASSADO, FIZ UM EXAME DE CONSCIÊNCIA E ACHEI A FONTE DE MINHAS ANGÚSTIAS.
FUI UMA FRUSTADA, TINHA BELEZA, HOMENS À VONTADE, DINHEIRO E AINDA ME SENTIA VAZIA, OCA. NEM O CASAMENTO E A MATERNIDADE ME FAZIAM SENTIR COMPLETA.
AGORA PASSADOS OS ANOS PERCEBO QUE ME SENTIA ASSIM POR NÃO FALAR O QUE PENSAVA, AGIR CONTRARIADA... REPRIMIR MEUS SENTIMENTOS E IGNORAR AS EVIDENCIAS.
EU ACHO QUE A TERAPIA É UM BOA CONSELHEIRA NESSES MOMENTOS DE DÚVIDAS.
EU NÃO FIZ, MAS DEVERIA TER PROCURADO AJUDA EM OUTROS TEMPOS.
COMO SEMPRE LEIO BASTANTE, NÃO ME APEGANDO A AUTORES E SIM AS PALAVRAS PUDE REFAZER CONCEITOS ANTIGOS ENRAIZADOS NO MEU GEITO DE SER...MUDEI O COMPASSO DE VIDA E PASSEI ACREDITAR NO FUTURO REAL, SEM PASSAR NO CAMINHO DE UOTRAS PESSOAS E RESPEITAR A OPNIÃO DO PRÓXIMO.
ME SENTIR ASSIM É SER UMA FÊNIX, NASCER DE NOVO... E PODER SE SENTIR INTEIRA...
SE ENTREGAR AO UM MUNDO REAL, POSITIVO ONDE EXISTE SOFRIMENTO E DÚVIDA MAS TUDO NA DOSE EXATA. A MEDIDA QUE SIGO EM FRENTE POSSO SENTIR A BRISA FRESCA BATER NO MEU ROSTO SEM REMORSOS, DESESPERO, TRISTEZAS.
FIQUEI NUM BURACO POR ANOS À FIO ESPERANDO QUE ALGUÉM ME TIRASSE DE LÁ, DOCE ENGANO.
EU MESMA TIVE QUE CAVAR A SAÍDA E NÃO VOU NEM OLHAR PRA TRÁS PARA VER O TAMANHO DO BURACO...

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

NOTA

MUDANÇAS, EXCLUI COMENTÁRIOS QUE FIZ. REPAGINEI BASTANTE COISA, PENSAREI BEM ANTES DE EXPRESSAR MINHA OPNIÃO.
AFINAL É ERRANDO QUE SE ACABA APRENDENDO...
EUGENIA
PEÇO DESCULPAS SE OFENDI ALGUÉM...

O AMOR

O amor, quando se revela,


Não se sabe revelar.


Sabe bem olhar p'ra ele,


Mas não lhe sabe falar.


Quem quer dizer o que sente


Não sabe o que há de *dizer.


Fala: parece que mente


Cala: parece esquecer


Ah, mas se ele adivinhasse,


Se pudesse ouvir o olhar,


E se um olhar lhe bastasse


Pr'a saber que a estão a amar!


Mas quem sente muito, cala;


Quem quer dizer quanto sente


Fica sem alma nem fala,


Fica só, inteiramente!


Mas se isto puder contar-lhe


O que não lhe ouso contar,


Já não terei que falar-lhe


Porque lhe estou a falar..




FERNANDO PESSOA

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

NÃO SEI

Não sei...

se a vida é curta ou longa demais pra nós ?

Mas sei que nada do que vivemos tem sentido,

se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:

Colo que acolhe;

Braço que envolve;

Palavra que conforta;

Silêncio que respeita;

Alegria que contagia;

Lágrima que corre;

Olhar que acaricia;

Desejo que sacia;

Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,

é o que dá sentido à vida.

É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais,

Mas que seja intensa, verdadeira, pura...

Enquanto durar! "

Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina."

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Eu...



Por tantas vezes eu tentei chegar a perfeição, descobrindo depois que de nada adianta...


A vida passa tão rápido que mal dá tempo de fazer despedidas, tenho medo de tantas coisas que ainda desconheço. Me sinto tão fraca e indefesa, não sei explicar porque. Sempre tive que ser tão forte e determinada desde tão cedo e agora que sei que meu único irmão vai demorar pra voltar eu desmoronei.


Quero perto de mim as pessoas que amo...mas nem tudo é tão fácil, todos tem seus compromissos, suas vidas...


Não sou de me lastimar, mas sabe quando a vida chega num ponto em que as mudanças são necessárias? Eu sinto que preciso de algo que ainda não sei ao certo o que é.


Sou uma mulher que vivo intensamente cada momento, pois julgo a vida preciosa demais pra ser desperdiçada. Tenho muitas coisas ainda por fazer e outras de que não abrirei mão jamais...


Me sinto pela metade e isso me machuca muito pois por mais que eu faça não consigo sair desse labirinto.


Tem que ter muita coragem pra se expor assim, mas não me importo tudo já chegou a um ponto que se eu não desabafo acabo sufocando.


Sou o esteio da família toda e por isso as cobranças são maiores em cima de mim, cansei de tudo quero me dar um tempo, fazer coisas jamais pensadas, assumir minhas loucuras.


Quem me vê escrever isso e me conhece bem deve achar que estou pra pirar, não é isso quero apenas ser o que sempre tive vontade uma mulher sensível,que chora e gosta de ser caseira.

Que adora cultivar rosas e cuidar dos bichinhos doentes que aparecem vez em quando.


Como podem ver sou assim por vezes ingénua também...


terça-feira, 1 de setembro de 2009

Sinto sua Falta









Ontem senti uma saudade tão grande de você, seu geito de me olhar...


Seu sorriso meio sem geito, sempre meio envergonhado.


Eu tenho tantas novidades pra te contar, projetos novos, sonhos...


Mas só tem sentido as coisas que falo quando você está ouvindo


Há, queria pelo menos uma vez dizer a verdade em relação à você,


Mas não posso...


Não é medo, nem nada é que se um dia eu soubesse ...


Que não o veria mais, perderia o fôlego, sufocaria...


Queria poder explicar esse sentimento, essa vontade de estar pertinho


Quando te vejo é como se eu voltasse no tempo


E sentisse como é bom ser mulher, ser humana


Muitos já passarão pelo meu caminho, mas só você realmente importava


Que pena acho que jamais percebeu, se me desse um sinalzinho que fosse


Eu te diria o que jamais disse a ninguém


Nos raros momentos que estou a seu lado parece que flutuo


Nada mais importava pois você estava lá


Ao seu lado posso ser o que quiser...


Minha alma gemêa


Meu amor...

TREM BALA- Ana Vilela (LETRA)