terça-feira, 1 de setembro de 2009

Sinto sua Falta









Ontem senti uma saudade tão grande de você, seu geito de me olhar...


Seu sorriso meio sem geito, sempre meio envergonhado.


Eu tenho tantas novidades pra te contar, projetos novos, sonhos...


Mas só tem sentido as coisas que falo quando você está ouvindo


Há, queria pelo menos uma vez dizer a verdade em relação à você,


Mas não posso...


Não é medo, nem nada é que se um dia eu soubesse ...


Que não o veria mais, perderia o fôlego, sufocaria...


Queria poder explicar esse sentimento, essa vontade de estar pertinho


Quando te vejo é como se eu voltasse no tempo


E sentisse como é bom ser mulher, ser humana


Muitos já passarão pelo meu caminho, mas só você realmente importava


Que pena acho que jamais percebeu, se me desse um sinalzinho que fosse


Eu te diria o que jamais disse a ninguém


Nos raros momentos que estou a seu lado parece que flutuo


Nada mais importava pois você estava lá


Ao seu lado posso ser o que quiser...


Minha alma gemêa


Meu amor...

Nenhum comentário:

TREM BALA- Ana Vilela (LETRA)