terça-feira, 5 de outubro de 2010

Me sinto viva, inteira, mulher, portanto tenho um coração...
E vou começar quantas vezes for preciso, é de minha natureza amar e procriar não tenho como evitar.
 Eu quero muito ser mãe de novo.

2 comentários:

jair machado rodrigues disse...

Tou com uma sobrinha que não tem um M~es de vida, e é tão linda...aí vejo este bêbe tão fofo, então percebo que a vida pulsa e é bela, e entendo teu desejo.
ps. Grande abraço.

Eugenia disse...

Essa é a Lívia Maria, apesar de ter apenas 38 anos já sou avó dessa belezinha, e ainda quero ter o presente de ser chamada de mamãe novamente, estar grávida é uma dádiva, um abração Jair.

Lá vem a vida me convidando para sorrir... Desculpe, estou sem vontade. Lá vem a vida me convidando à dançar... Desculpe, não aprendi ...