domingo, 3 de outubro de 2010

Sinto falta dos meus filhos pequenos e brincando pela casa.
 A festa que faziam em volta de mim na época da Páscoa, quando eu mesma preparava os ovinhos e escondia pela casa. No dia seguinte eu pedia pra eles procurarem dizendo que o coelhinho havia deixado pra eles...seus rostinhos iluminados vibravam de tanta emoção.
Hoje a casa está vazia, coração magoado...meus filhos seguiram suas vidas e eu fiquei só, sem saber o que fazer com o resto da minha vida. Eles não eram tudo, mas preenchiam grande parte. Por eles esqueci meu lado mulher, suportei um relacionamento ruim e agora tudo acabou.
Por eles, começava tudo de novo, pra sentir novamente aquela felicidade de antigamente, onde não importasse as dificuldades, estavámos todos juntinhos. Há meus filhos quanta saudade de vocês...Quanta tristeza na vida, porque hoje eu não vivo mais, ficaram somente as lembranças.
Felizmente o sol nasce a cada dia e rogo a Deus que ele me permita recomeçar minha vida. Pois quero muito ser feliz, mas dessa vez de verdade.
Não podemos mudar o caminho já trilhado, mas podemos escolher um novo destino...



Nenhum comentário:

Lá vem a vida me convidando para sorrir... Desculpe, estou sem vontade. Lá vem a vida me convidando à dançar... Desculpe, não aprendi ...