sexta-feira, 8 de abril de 2011

Amor impossível

Existem horas do meu dia que eu quero fugir, sumir
Mas eu não tenho pra onde ir, quero ver o céu azul
Ser feliz, nem que fosse só por um segundo
Eu que não sou capaz de voar, eu sei que não posso ser feliz assim
Eu sei do que preciso...
Mas não consigo ver a luz no fim do túnel,
Eu sei que você não é possível...
Sigo vivendo por aí, sem aquele brilho que só você provoca em meu olhar...

Nenhum comentário:

 Olhem lá, a mãe abandonou a filha na rua... Um espetáculo digno dos dias que vivemos! Sejamos sinceros, quem aqui já não abandonou algué...