sábado, 2 de julho de 2011

Para Recordar

 
Quando não puder mais me ver, me procure na brisa que toca seu rosto...
No burburinho das águas mansas de um rio, no voar frenético da borboleta.
Quando se lembrar de mim, sinto o cheiro das flores do campo e ouça o cantar dos passarinhos...
brinque com os cachorros na rua e tome banho de chuva no verão.
Quando me esquecer, ria mais, brinque mais e ame absolutamente muito mais...
Porque eu quando te via, te amava e acima de tudo queria te ver completamente feliz...

                                                                                              Eugenia

Nenhum comentário:

Lá vem a vida me convidando para sorrir... Desculpe, estou sem vontade. Lá vem a vida me convidando à dançar... Desculpe, não aprendi ...