terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Teoria leiga de uma vida!

Enxergar o sentido da vida é complicado, passamos boa parte dela  à procura de coisas que nos satisfaçam.
Um desespero, corre corre frenético de lá pra cá, daqui pra lá a todo instante.
E quando conseguimos almejar o bem tão desejado, este é posto de lado facilmente. 
Não consigo ver razões realmente paupaveís para a vida. Também não é pra menos, o que entendemos por vida consiste puramente de sentimentos abstratos. Nada real e concreto...
Passamos boa parte da vida sofrendo e no fim, se tivermos sorte morreremos aos poucos cheios de complicações de saúde.
Se formos ver e por na balança saímos no prejuízo nessa história. 
A natureza é implacável, sobrevive aquele que for mais forte e habilidoso.
Uma vida cheia de glórias é premiada com um caixão esplendoroso. 
Grande coisa! Lutamos tanto e a grande maioria das vezes não somos livres para fazermos o que quisermos. 
Por isso não importa o que digam de mim...vivo de momentos, não tenho tempo para ficar me apegando muito as coisas, acredito que não vale a pena. Por isso vivo em constante desapego.
Muitos podem achar que essa é uma maneira triste de se viver, eu não acho! Acredito que dessa forma o sofrimento é bem menor e não há muito do que se esperar do próximo.

Nenhum comentário:

Gabriel Joaquim dos Santos "Arquiteto de Sonhos"

·   Eu tenho um pensamento vivo. ·   Sonho pra fazer e faço. ·   A casa depende do espírito, é uma casa espiritual. ·   Aquelas fl...