quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Acordar na Terra de Chumbo



Acordo com os olhos pesados, lavo o rosto com a mesma expressão cansada do dia anterior.

A nítida cólera nos olhos e cansaço nos ombros encolhidos e barriga inchada, extresse purissimo...Não se pode sorrir quando se ve tudo cinza, escuro e complexo. Nos labirintos da terra de chumbo nunca achamos a saida, andamos horas à fio e nada é impossível em meio a tanto entulho e poeira, ver os próprios pés, torna-se um sonho de libertação. Se eu olhar para o alto verei os abutres àvidos por uma chance de estar comigo num banquete logo mais...
Esperem, vi uma fresta por baixo daquelas pedras ali, nossa quanta luz, até ardem os meus olhos. Nunca vi tantas cores diversas daqui onde estou, o ar que vem lá de fora é limpo, cheira flores e relva úmida. Observo os passáros felizes voando aos pares e unidos diferentes, dos daqui que ficam a espreita no cume do monte de entulho. As pessoas passam atarefadas, mas carregam com sigo mil sorrisos que vem do coração. Tento passar pela fresta, é  nesse mundo que quero viver...faço força mas consigo sair preciso de permissão ou de leis específicas para isso? Não sei são tantos pápeis, repartições, burocracias que ao passar de um longo tempo ainda continuo aqui, rendo-me as circunstãncias e de súbito tenho uma idéia escalarei a montanha de entulhos e saltarei lá cima. De qualquer forma não haverá mais ordens, leis, parlamentos, votações, altarquias e tantas outras anarquias... Pronto saltei, minha nossa que dor de cabeça, esqueci de por o pará quedas cai em cima da estátua da liberdade e quebrei minhas pernas, enfim consegui, droga ainda por cima errei, era pra cair no Brasil poxa.

Um comentário:

SONHADORA disse...

OI AMIGA....NÃO IMPORTA O SITIO ONDE SE CAI....O QUE E PRECISO E CAIR NO SITIO CERTO ...E SABERMOS LEVANTAR-MO-NOS SEMPRE DE CABEÇA ERGUIDA....
BJ

Gabriel Joaquim dos Santos "Arquiteto de Sonhos"

·   Eu tenho um pensamento vivo. ·   Sonho pra fazer e faço. ·   A casa depende do espírito, é uma casa espiritual. ·   Aquelas fl...