sábado, 8 de outubro de 2011

Afinal quantos nomes eu tenho?

Já me chamaram de amor...isso faz tempo! De D. Eugenia, confesso que odeio juntamente com a palavra senhora, que está no céu. De tia, de mãe, de sogra e a que mais ouço ultimamente vovó. É desse confesso que gosto e muito, mesmo sendo muito nova pra ser avó. 
Também já me chamaram de egoísta, chata, quadrada, durona, insensível, cobra, dama de ferro, negrona, gostosa, duas caras, gorda, delícia, filha da p..., cínica, lesada e muitos outros que agora não vem ao caso...
Viu como é fácil levantar ou derrubar uma pessoa? Uma palavra somente e pronto tá feito o estrago. 
Eu penso duas vezes antes de falar alguma coisa, ultimamente ando preferindo só ouvir, já que sou a rainha das gafes, tem horas que é melhor ficar calada. Valeu, tchau!

Nenhum comentário:

 Olhem lá, a mãe abandonou a filha na rua... Um espetáculo digno dos dias que vivemos! Sejamos sinceros, quem aqui já não abandonou algué...