quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Passaria se mil anos nesse sono, não fosse por coincidência a  morte me despertar para a vida...


Nenhum comentário:

Lá vem a vida me convidando para sorrir... Desculpe, estou sem vontade. Lá vem a vida me convidando à dançar... Desculpe, não aprendi ...