terça-feira, 25 de outubro de 2011

Sozinhas

Apaguem as luzes, não quero nenhum raio de luz. Desejo ficar só, com minha dor. Eu e ela de mãos, juntas, consumindo uma a outra, na clausura, na penumbra, no inferno...  



Nenhum comentário:

 Olhem lá, a mãe abandonou a filha na rua... Um espetáculo digno dos dias que vivemos! Sejamos sinceros, quem aqui já não abandonou algué...