quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Amor Banalizado e Sexo Repudiado


O que é o amor?
Se me pergunta-se eu diria que é respeitar e admirar a pessoa escolhida, o amor pra mim se resume em gostar de estar com o outro e sentir que cada segundo é único ao lado desse pessoa. Mas cada um de nós prioriza uma qualidade ( beleza, poder, bens ) não importa contanto que o casal se entenda. Infelizmente isso vem raramente acontecendo os casais hoje em dia se unem para provar aos outros que podem: se evangélico ele tem que dar o exemplo casando-se cedo e se for do mundo como eles dizem piorou seu comportamento promiscuo vai te fazer morrer algum dia, claro que todos morreremos ? Por ai temos uma ideia de tudo O AMOR É OBRIGATÓRIA MAS NINGUÉM SABE PRATICAR E DEMONSTRAR... banalizou-se tudo virando assim uma salada de palavrões sem fim até que morte nos separe.
As mulheres e os homens se equivalem vão pra cama por pura instinto carnal e depois de concluído o ato só voltam a se ver dali dias quando a vontade retorna, quando volta. Nós ficamos de mão em mão e eles ganham fama de pegador, se pegassem alguma coisa, chegam lá tiram seu pipi e dizem é seu toma. Coitados até parece que se resumem a isso penis, penis, penis, santa ignorância, se você fizer sexo com um homem desse se benze minha filha pois o ranço demora pra sair.
Calma colegas não é pra tanto se conseguir paquerar um homem interessante e se resolver prosseguir, pelo menos espera a vontade chegar, não vá se entregando de bandeja porque no final das contas vai acabar em pizza, só que nos somos os guardanapos.
Me desculpem quem pensa diferente afinal ainda existem os românticos.

Nenhum comentário:

Lá vem a vida me convidando para sorrir... Desculpe, estou sem vontade. Lá vem a vida me convidando à dançar... Desculpe, não aprendi ...