segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Aridez

Eu já passei por tanta coisa na vida...Eu queria ter tempo pra fazer muito mais, praticar rappel, escalar, correr e patinar no gelo. Ir ao circo e ser por um dia o palhaço e fazer os outros rirem de mim. Sempre fui tão triste agora vejo que isso agora é coisa do passado. Tudo que entrava no meu coração não germinava até que vi a morte eminente,ela vem sorrateira e quando damos por conta dela pronto, esta batendo á porta dizendo vim te buscar: não adianta chorar , espernear ou fugir dela, onde quer que vá ela estará la, não tem geito e para retardar o inevitável lute para ser feliz cada segundo de vida que lhe resta. Certa vez critiquei um amigo por ele citar muito a morte em seu blog. Agora eu sei porque, só falamos dela quando ele esta presente em nossa vida.

Não faça de sua vida uma morte antecipada. Brinde cada segundo com champagne.

3 comentários:

Anônimo disse...

Montaigne disse que a gente não deve se preocupar com ela porque no dia em que ela pintar a gente vai saber como se comportar...
O problemas passa a ser com a morte dos outros, como consolar ou ser consolado?
Por isso sim deve-se pensar nela as vezes - para que a existencia seja autentica e não uma farsa angustiante...

uirapuru disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
uirapuru disse...

EU JÁ LI ALGUMA COISA A RESPEITO, MAS NO MEU CASO EU ERA AVESSA A VIDA SIMPLESMENTE NÃO ME IMPORTAVA, AGORA TUDO MUDOU. ESTOU ME REENCONTRANDO AGORA.

Terça-feira, Agosto 11, 2009

Gabriel Joaquim dos Santos "Arquiteto de Sonhos"

·   Eu tenho um pensamento vivo. ·   Sonho pra fazer e faço. ·   A casa depende do espírito, é uma casa espiritual. ·   Aquelas fl...