segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Hoje não fou falar de mim


Nem de mim nem de vocês vou falar de nós . Quantas vezes descontamos nos outros nossas frustrações, permitimos que nos façam mal porque achamos que no fundo merecemos. Pisamos no amor de nossas vidas pra mostrar que podemos e quando nos arrependemos é tarde demais ... Nós somos assim malvados , tramamos o mal de outros para chegar ao topo e trilhamos cada degrau em parceria com o egoísmo ea falsidade somos tão maus que vemos nossa imagem retorcida no espelho e nem ligamos pra isso. Se eu amo ou você ama e dai logo acharemos outros pra substuir você cedo ou tarde a gente acha um semelhando pré montado de acordo com nossos desejos ela ou ele tem que ser perfeito... Acertar é o que interessa pequenos defeitos consertamos depois, esquecemos que lidamos com pessoas não maquinas e mudar é tirar a identidade de cada um , sua beleza própria e sua essência. Deixamos para trás o gesto gostoso de se tocar e beijar à vontade, sentir o cheiro do outro e sentir saudade de sua pele dar um sorriso sincero por pura cortesia é somos assim pode crer ninguêm é melhor ou pior simplesmente normal aos padrões da atualidade pois é uma pena ...

Só não podemos esquecer que no alto da montanha o ar que vamos respirar é rarefeito.

Eu sinto falta da época que eu amava e todos sabiam, amar é poder não ter que esconder de si mesmo a verdade que a pessoa escolhida lhe veio de presente...

Nenhum comentário:

Gabriel Joaquim dos Santos "Arquiteto de Sonhos"

·   Eu tenho um pensamento vivo. ·   Sonho pra fazer e faço. ·   A casa depende do espírito, é uma casa espiritual. ·   Aquelas fl...